Arquivo

Posts Tagged ‘Geco’

Dedico esta vitória ao meu querido “Pepino” – I Brasileiro de IPSC 2016

Jaime_pista_2

O campeonato brasileiro de 2016 começou com força total. O palco do evento foi o Clube de Tiro de Atibaia que fica a 80Km do centro de São Paulo. Tivemos lotação máxima e os squads ficaram com aproximadamente 17 competidores divididos nas 18 pistas. Além dos 300 competidores no main match, tivemos quase 100 competidores no pre match incluindo os ROs. Acredito que tenha sido o maior Brasileiro de todos os tempos em todos os sentidos.

As pistas tiveram um alto nível técnico e bastante diversidade nos fundamentos. Tivemos poppers a 45m, alvos até 40m e muitos móveis com no-shoot, exigindo o máximo de cada atirador. Uma novidade para muitos foi o EMS (Eagle Match Score), sistema de apuração desenvolvido por um grupo de amigos do Águia de Haia, tendo meu pai, Roberto Saldanha, encabeçando o projeto. O EMS já está em teste há algum tempo nas provas da FPTP. Dispensa o canhoto de papel e após a confirmação do competidor no tablet, o resultado já está inserido sem a necessidade de uma equipe de digitadores. Uma maneira de evitar erro de digitação e garantir o resultado após o último tiro da prova. A equipe do EMS tb colocou uma televisão com o resultado em tempo real por área. Rápido, eficaz e interativo! Foi super aprovado por todos!

Disparei no squad 15 composto somente por amigos e na grande maioria atiradores top disparando de Tanfoglio. Desse squad saiu o campeão Open overall, Classic overall e os 5 primeiros da Production overall.

Já pensando no mundial de 2017, nesse ano resolvi voltar de vez para a divisão Open. Fiz minha segunda prova do ano e me senti muito a vontade mesmo numa prova tão difícil e sem tempo para treinar. Desde o início do ano devo ter dado pouco mais de 500 disparos.

Acredito que a Open seja realmente minha principal divisão. Entretanto, reconheço que minha passagem pela Standard e Production foi de extrema importância. Aprendi muito nesses últimos 5 anos. Alguns fundamentos foram lapidados e hoje estou disparando de open com mais facilidade e segurança. Fiz 96,1% dos pontos possível nesta prova. Mais uma vez agradeço: Lyon Bullets, Tanfoglio, Guga Ribas, AHM, SportBlu e Geco.

Finalizo esse post dedicando minha vitória ao meu maior fã e amigo, “Pepino”. Sem dúvida ele foi a pessoa que mais torceu por mim ao longo destes 20 anos de tiro. Tanto é que eu fazia questão que ele fosse o primeiro a saber das minhas principais conquistas fora de Atibaia. Sempre ligava ou mandava mensagem… Ele vibrava e chorava cheio de orgulho. Sempre ajudou nos meus treinos, nos meus cursos e até estratégia de pista ele já me passou. Por coincidência ele começou a trabalhar para a FPTP no mesmo ano que eu comecei no tiro, em 1996. Desde então iniciamos uma amizade que será pra sempre. Infelizmente ele nos deixou no dia 14/03/2016 na véspera do Campeonato Brasileiro. Um cancer avassalador não deu chances pra ele. “Obrigado por tudo Pepino. Vou continuar me dedicando para te encher de orgulho aí no céu!!!”

Pepino

Nosso grande “Pepino” em alguma confraternização da FPTP

 

Super Squad 15

Super Squad 15

 

Overall Open Division

Overall Open Division

 

Verify Jaime S Jr

Verify Jaime S Jr

Resultado completo: http://fptp.org.br/cta/

Frontsight Magazine

Esta manhã eu recebi um e-mail do meu parceiro Raymond da Tachyon (cameras): “You are on the latest USPSA Frontsight magazine. Congrats again!”

Imaginei uma fotinho ou apenas meu nome, mas assim que abri, visualizei uma foto minha de página dupla. Agradável surpresa! Estou super feliz, pois a Frontsight é a principal revista/vitrine do tiro prático no mundo.

Confira a matéria feita pelo Bret Walley. Tive o prazer de conhece-lo no Florida Open e disparamos no mesmo squad em uma prova em Clearwater/FL. Gente finíssima!!!

38_39

40

42_43

44

Final do XXVII Campeonato Brasileiro 2014

22/novembro/2014 5 comentários

A 6ª e última etapa do XXVII Campeonato Brasileiro de 2014 foi sediada no Clube de Tiro Pantanal em Cuiabá, na estrada que nos leva a Chapada dos Guimarães.

A FTMT esperava no mínimo 300 inscritos e apenas 240 compareceram. O fato da prova ter iniciado numa quinta-feira pode ter sido um fator limitante. Nem todos os competidores tem disponibilidade e podem “perder” dois/três dias de trabalho.

O MD da prova foi meu amigo Raphael, que com muita competência montou todas as pistas. Essa prova nos proporcionou um pouco de tudo: alvo móvel duplo com no shoot no meio, plates a 25m e tiros de mão forte a 23m. Tivemos a área 1 um pouco mais travada, área 2 de pistas abertas com muita corrida e área 3 mais conservadora. As pistas agradaram a todos. O RM foi o Belino, auxiliado pelos CM Lima, Frank e Cesar.

Na Open,  João Carlos venceu tranquilamente e garantiu o seu Tetra campeonato consecutivo (2011 a 2014). Na Production, a disputa da prova e do campeonato, mais uma vez, foi decidida na última pista. Allison, Felipe e Ishihara tinham chances de vencer. Mas quem teve mais “sangre frio” desta vez foi o competidor Allison – Campeão Brasileiro Production pela segunda vez (2008 e 2014) e mais 3 vezes campeão da divisão revolver (2004, 2004 e 2007).

A Production é a divisão que mais cresce no Brasil e no mundo. Aqui, o investimento no equipamento é menor por se tratar de uma pistola que deve manter a originalidade de fábrica. Outro ponto positivo é a durabilidade da arma e das cápsulas, 4 vezes superior se compararmos a Standard ou  a Open.

Nessa prova fiz um tiro consciente e conservador, na busca de uma boa pontuação. Não tive nenhuma “super” pista e só me “afundei” em uma. O resultado foi uma prova regular e boa margem dos demais competidores. Com esse resultado venci meu 12º campeonato brasileiro e 10º consecutivo, sendo: 4x de Standard (2011 a 2014) e 8x de Open (2001, 2002, 2005 a 2010).

Meus sinceros agradecimentos às pessoas mais que especiais: aos meus patrocinadores Tanfoglio, Lyon Bullets, Guga Ribas e Geco/Ruag; ao meu preparador físico Geraldo Castanha; aos meus pais Roberto e Suzana e a minha esposa Tatiane. Sem o apoio desta galera nada seria possível.

Segue abaixo alguns vídeos desta etapa. Peço desculpas, pois não consegui filmar todas as pistas!

 

Logo Lyon

Logo Guga

 

ruag_geco

 

banner_tanfo_brasil