Inicial > Dicas, IPSC, Jaime Saldanha Jr, Tiro Prático > Durabilidade & Detalhes Importantes de uma Tanfoglio

Durabilidade & Detalhes Importantes de uma Tanfoglio

Muitas pessoas me perguntam sobre a durabilidade de uma Tanfoglio. Decidi, então, fazer um post sobre a minha experiência com a arma e citar alguns dados importantes que o fabricante e o atual 5x campeão mundial me passaram.

Open – Gold Custom Eric

Um top end (cano e ferrolho) da arma do Eric Grauffel, modelo Gold Custom Eric / calibre 38super / fator maior / divisão Open, dura 100 mil disparos. Um novo top end é instalado no mesmo frame e mais 100 mil disparos são efetuados. Após 200 mil tiros, Eric troca de arma apenas por precaução, pois ela não apresenta nenhuma avaria grave. Eric dispara mais de 120 mil tiros em um ano e tem total liberdade dentro da Tanfoglio.

A minha Gold Custom me ajudou a ganhar o Latino Americano do ano passado. Já disparei aproximadamente 6 mil tiros e ainda é muito cedo para dar o meu testemunho. Nunca troquei se quer um parafuso dessa arma. No ano de 2012, pretendo disparar também de open e darei um feedback mais pra frente.

Um ponto importante a ser avaliado na Open é que no Brasil não temos uma pólvora adequada. Com isso, a durabilidade de um cano dificilmente chegará a 100 mil disparos como na arma do Eric, que utiliza pólvora Vectan. Nos últimos canos utilizados na minha antiga STI, híbridos de 4 furos da marca “Schuman” (um dos melhores do mercado, se não for o melhor), tinham a vida útil de aproximadamente 16 mil disparos. Acima desta quantidade, problemas de extração começavam a surgir. Para um cano sem furos, pode-se estender para aproximadamente 21 mil disparos sem problemas. Se os meus canos da Tanfo durar a metade do que é suportado pelas armas do Eric, teremos 3 vezes mais durabilidade e isso representa o custo de 2 canos extras da Schuman, que não custam barato.

Standard – Limited Custom HC

Este ano foi, sem dúvida, o ano em que mais treinei. Tive uma certa cobrança “saudável” dos meus patrocinadores, em busca do título mundial. Disparei em torno de 35 mil tiros com a minha Tanfoglio Limited Custom HC (de treino) / calibre .40 / fator maior / divisão Standard. Nestes 35 mil disparos tive 2 extratores e um slide stop quebrados. No meu ponto de vista, depois de disparar 15 anos de STI, isso está totalmente dentro da normalidade. A diferença é que para trocar um extrator em qualquer Tanfoglio, vc precisará de um “saca pino” e um martelinho, sem a obrigação de mandar a arma para um armeiro e ter mais essa despesa.

Algo que sempre troquei com frequência nas minhas STI foi o sistema de gatilho (sear e hammer), pois sempre gostei de gatilho leve. Já com as minhas Tanfos, depois de ajustadas, não tive a necessidade de mexer novamente e muito menos ter que trocar por peças caríssimas, mesmo compradas nos Estados Unidos. Com tudo original nas Tanfos nós conseguimos uma excelente ação no gatilho.

Segundo a fábrica, a vida útil de uma Limited Custom (Standard) é ainda maior que da Gold Custom (Open).Podem ficar tranquilos com a vida útil destas máquina italianas. A fábrica investe em melhorias ano após ano.

Production – Stock II

Se o usuário cuidar da pistola desta divisão, ele terá arma para a vida toda. O modelo Stock II possui a mesma rubustez dos modelos citados acima, porém dispara em fator menor.

Recomendação

Para quem é competitivo e treina muito, minha sugestão é fazer uma manutenção preventiva a cada X mil disparos, dependendo do modelo e calibre utilizados. Assim como se faz nos carros, motos, helicóptero, etc… Eu por exemplo, trocarei o extrator da minha Limited Custom HC a cada 8 mil disparos, slide stop a cada 25 mil, alça de mira a cada 35 mil e sear e hammer quando houver necessidade (creio que com o mesmo kit é possível efetuar mais de 100 mil disparos).

Fonte

Essa informação foi fornecida pelo Mr Massimo Tanfoglio (atual presidente da fábrica). Conversei com o Eric Grauffel no início deste ano, porém, infelizmente, ele só soube me responder sobre a pistola Open. E também em cima da minha experiência até agora com a marca.

Assistência Técnica

Especializada e com tudo a pronta entrega, para a comodidade dos clientes Tanfoglio Brasil.

A Tanfoglio investe em melhorias, pois tem como “carro chefe” as armas de competição. São feitas com muito esmero e acima de tudo com garantia e assistencia Técnica.

Tanfoglio x Witness EAA (Americana)

A Tanfoglio Brasil irá fornecer recursos necessários para os seus clientes. A Witness, mesmo sendo fabricada pela Tanfoglio, não é de responsabilidade nossa. Caso uma Witness apresentar problemas, nossa assistência irá resolver, porém o custo das peças e mão de obras serão outros.

E por falar em Witness, vou publicar aqui algo que muitos não sabem. Segue abaixo a lista das armas da divisão Production aprovadas pela IPSC das marcas Witness EAA e Tanfoglio:

Witness EAA:
Witness Steel, Polymer, P, PS, P Carry, Elite Stock (and subcompact versions), Stock II
(Witness Carry Comp, Gold, Silver and Limited versions are not approved)

Tem muita gente que está utilizando a Limited Pro da EAA e esta arma não está aprovada pela IPSC. Se a organização da prova levar o regulamento à risca, quem tiver uma Limited Pro Witness irá automaticamente para a divisão Open. Fique atentos.

Além disso, a partir do ano que vem a Tanfoglio não fornecerá mais armas de competição para esta empresa.

Tanfoglio:

“Force 38, Force 38F Carry, Force 38F, Force 38L, Force 40, Force 40F Carry, Force 40F, Force 40L, Force 40R Carry, Force 40R, Force 45, Force 45F Carry, Force 45F, Force 45L, Force 45R Carry, Force 45R, Force 921, Force 921F Carry, Force 921F, Force 921L, Force 921R Carry, Force 921R, Force 99, Force Compact 40, Force Compact 45, Force Compact 921, Force Pro, GT10, GT21 Baby, GT21 Combat, GT21, GT23, GT40 Baby, GT40 Combat, GT40, GT45, P19 Combat, P19 Standard, P19L, P21 Combat, P21L, P23, P23L, P38L, P40 Compact, P40, P40F, P40FB, P40L, P40R, P41, P45, P45L, T94F, T94R, T95F Stock, T95F, T95R, T96F, T96R, T97F, T97L, T97R, TA10 Compact, TA10, TA40FB, TA45 Compact, TA45, TA90 XL2, XL4, Stock, Stock II, Stock III, L, Combat Sport, TZ-75 C90, Limited PRO
Also approved are variants with original Tanfoglio barrels which are longer than standard (e.g. Stock II Limited) provided the barrel length does not exceed 127mm, and provided all other aspects of these variants fully comply with all other Production Division rules.
(Stock Custom model is not approved)”

Todos os modelos da Tanfoglio estão aprovados e ainda no caso da Stock II e Limited Pro, é válido a utilização de canos maiores, desde que não ultrapassem 127mm.

Estes dados foram retirados do próprio site da IPSC na data de 08/12/2011.

Anúncios
  1. 22/dezembro/2011 às 15:33

    Pessoal,

    Interessante essa informação da EAA Witness Limited Pro… Quer dizer que a arma não está na lista da IPSC? Tenho visto essa arma atirando na Divisão Production aqui no Brasil…

    Se o Jaime não se importar, gostaria de acrescentar algumas informações ao post acima.

    Uma pergunta que sempre me fazem é a seguinte: por que importar o equipamento via Tanfoglio Brasil ao invés de buscá-lo diretamente nos EUA ou, até mesmo, na Europa? A principal diferença alegada por algumas pessoas é o preço dessa importação via representante (Tanfoglio Brasil) se comparado com a opção de fazê-la diretamente (pessoalmente). Geralmente respondo o seguinte:

    A primeira questão é quanto vale o seu tempo. Para mim (e para várias outras pessoas) é extremamente complicado lidar com toda a documentação envolvida num processo de importação desse pela falta de experiência e, principalmente, pela falta de tempo. Sem considerar a viagem em si (que pode ser ajustada para o período de férias, por exemplo), muitos documentos tem que ser providenciados antes da viagem (para buscar o equipamento) e, principalmente, depois dela (para liberá-lo junto às autoridades brasileiras). Fazer isso sozinho pode virar um problema.

    Uma solução para isso poderia ser a contratação de um despachante. Aqui, novamente, eu e várias pessoas vão enfrentar o mesmo problema. Não conheço, em minha cidade, um despachante com experiência nesse tipo de serviço. Não dá para buscar um equipamento e depois ficar torcendo para saber se o despachante vai conseguir liberá-lo ou não. A opção mais fácil seria contratar um despachante experiente (em São Paulo, por exemplo) que fica a 600 km da minha casa. Seriam incontáveis telefonemas e, talvez, alguns deslocamentos até lá para ver o meu equipamento liberado. Tenho notícia de algumas pessoas que tentaram importar de maneira independente e estão, há bastante tempo, com a arma apreendida por problemas na documentação e esse risco eu não gostaria de correr.

    Na minha opinião, a contratação dos serviços da Tanfoglio Brasil é extremamente vantajosa: a transparência durante o processo é total (nada de ficar ligando ou mandando email para saber se o processo está caminhando bem), o cliente não precisa se preocupar a papelada (além daquele fornecida inicialmente) e tem a certeza que o equipamento foi pago e será entregue em suas mãos. A importação da minha arma no primeiro semestre desse ano foi extremamente rápida: em 140 dias (considerando a data do meu pedido) a arma (Stock II, calibre 38 Super) estava em minhas mãos. É claro que os prazos podem variar mas aí está uma bela referência para aqueles que pensam em fazer uma importação.

    Como já foi escrito pelo Jaime, a Tanfoglio Brasil está comprometida também em prestar o serviço de garantia para as armas que ela importar. Provavelmente o usuário não vai precisar desse serviço mas, se algo acontecer… Além disso, no caso da Production, teremos certeza que a arma vendida irá estar dentro da regra da IPSC para a Divisão.

    Para finalizar esse longo comentário, digo o seguinte: o custo x benefício de importar uma arma diretamente é muito alto para mim. Prefiro pagar um pouco a mais e ter as garantias que a Tanfoglio Brasil me oferece. Como bom mineiro, sou muito conservador. O esporte para mim é diversão (e não pode virar motivo de preocupação).

    Grande abraço!

    Allison Verício.

    • 22/dezembro/2011 às 21:18

      Olá Allison,
      Realmente isso é uma surpresa para todos. A Limited Pro da Witness EAA não pode ser utilizada na divisão production.
      Concordo plenamente com tudo e agradeço as suas palavras. Graças a nossa seriedade e transparência, estamos com os nosso clientes satisfeitos, assim como você.
      Resumindo: “Um pouco de economia muitas vezes pode custar muito mais caro e ainda com dor de cabeça.” Tenho um amigo próximo que me pediu permissão para comprar uma Witness, pela facilidade que ele tem em ir para os EUA, porém várias coisas sairam do eixo e ele acabou pagando mais caro. Fora o tempo perdido e a dor de cabeça.
      Algumas pessoas não entendem que eu importo diretamente da Itália (EURO) e estava impossível competir no quesito “preço” com a EAA (dólar). Mesmo adotando uma estratégia de trabalhar com uma margem baixa, para colocar muitas Tanfos no Brasil, nós não estávamos conseguindo competir com o mercado americano. Mas como escrevi no post, isso não vai mais existir. A Tanfoglio não irá mais fornecer para a EAA/Witness. Uma nova empresa comercializará nos EUA com preços similares aos do mercado europeu.
      Obrigado mais uma vez Allison e desejo a você e para a sua família um ótimo Natal e um 2012 ainda melhor que 2011.
      Um forte Abraço,
      Jaime

  2. Cesário Souza Soares
    22/dezembro/2011 às 18:08

    Gostaria de saber quanto custa comprar uma Tanfoglio .40 para competição em IPSC (uma que o meu Colega Jaime S. Jr. me recomendaria), pela Tanfoglio Brasil. Tenho uma de modelo ultrapassado, mas apesar de muito boa, tem carregador de apenas 12 disparos e gostaria de uma boa indicação, custo/benefício, já que não tenho disponibilidade de atirar tanto quanto Vocês, mas que poderia me servir nos meus treinos quinzenais no Círculo Militar de Caçapava, para competir, pelo menos no campeonato paulista de IPSC, entre outros regionais. Muito obrigado, forte abraço a todos, bom fim de ano, Cesário.

    • 22/dezembro/2011 às 18:50

      Cesário,

      Sugiro que envie um email para o Jaime (jaime@tanfoglio.com.br). Ele vai te dar toda a assessoria necesária.

      Grande abraço!

      Allison Verício.

    • 22/dezembro/2011 às 20:26

      Cesário, pode fazer o que o Allison te recomendou. Me mande e-mail com as sua necessidade: jaime@tanfoglio.com.br
      Abs,
      Jaime

  3. Ashidani
    22/dezembro/2011 às 19:51

    Consegui liberar minha Tanfoglio Witness Match em 38 super este ano. Iniciei o processo de importação no final de 2008 quando não havia representante aqui no Brasil. Pela minha experiência podem ver que o que o Alisson disse tem fundamento… menos mal que minha paciência é oriental (rs) e não tava mesmo muito atuante nas provas como no passado.
    O que primeiro me chamou a atenção nesta arma é que ela é relamente muito precisa: fiz um rápido teste numa pista de silhuetas e no carneiro de teste (fixo) à 200mts é um tiro atrás do outro com a arma apoiada…hehe.
    Hoje estou atirando com ela nas provas de IDPA na divisão ESP (Enhanced Service Pistol) por a mesma ser ação simples. As únicas dificuldades que estou tendo é com a ciclagem em fator menor (125) proporcionado pela divisão, pois imagino ser uma arma concebida pra atirar com fator mínimo de 140. A outra dificuldade que tenho é quanto à empunhadura da arma, um pouco grande pras minhas mãos.
    Se fosse possível a aquisição de pistolas em calibre 9×21 (que suponho ter o chassi menor, com menor empunhadura) para os atiradores civis e no modelo Stock II (primeiro tiro em ação dupla), futuramente cogito adquirir uma pra poder atirar na SSP (Stock Service Pistol) da IDPA, ao invés de uma Glock (padrão pra essa divisão).

    • Demétrio Medeiros
      22/dezembro/2011 às 20:07

      Ashidani, pelo que eu sei é perfeitamente possível a aquisição de pistolas no calibre 9×21, tanto é que eu mesmo estou iniciando contato com o Jaiminho com vistas à importação de uma Stock 3 nesse calibre.

      • 22/dezembro/2011 às 21:24

        Demétrio, vamos iniciar o seu processo. Já que agora você já está decidido. Vou te mandar um e-mail.
        Abração,
        Jaime

    • 22/dezembro/2011 às 20:25

      Olá Ashidani, pelo visto migrou mesmo para outra modalidade hein…
      Bom, este modelo Match eu até posso importar, mas eu não aconselho para a prática do IPSC. Ela entraria na divisão Standard e temos modelos muito superiores como é o caso da Limited Custom HC.
      Referente a sua compra, pelo menos você conseguiu desembaraçar a arma. Tem gente que não consegue e acaba perdendo, já soube de alguns casos.
      Em relação a empunhadura robusta, basta vc trocar as talas. A Tanfoglio possui 2 tamanhos de frame, o large e o small. A diferença não é tão grande entre eles, porém o detalhe das talas é bem notório. Um ponto fortíssimo das Tanfos com talas de alumínio é justamente a empunhadura fina, menor que STI e IMBEL.
      Tente trocar a sua mola recuperadora para disparar com fator de 125. Irá ajudar no ciclo da arma.
      Qq coisa me avise.
      Forte Abraço, Jaime

      • Demétrio Medeiros
        26/dezembro/2011 às 18:37

        Jaiminho, eu tenho uma dúvida: LARGE e SMALL FRAME tem a ver com o comprimento da empunhadura em si, de cima até embaixo (digamos, da base do beavertail até a base/entrada do carregador) ou com as dimensões da empunhadura em termos de “volume” (largura e extensão)?

  4. Mauro Thompson
    10/janeiro/2012 às 12:16

    Primeiramente feliz 2012 pra vc e família.

    Sobre a polêmica acerca da legalidade ou não da utilização da EAA Witness Limited Pro, por não constar da lista da Production da IPSC fico surpreso, pois no Mundial da Grecia vi vários tiradores atirando com ela em 9 mm assim como vi vários atiradores, dentre eles os suissos atirando com a novas Sphinx e SIG Sauer que também não constam ainda da lista e serão incluidas junto com a Witness em março ou no começo de abril segundo informação do Vince Pinto no forum Global Village da IPSC, onde, inclusive, escrevi minhas considerações sobre o assunto. Estou escervendo estas linhas pois eu e outros atiradores compramos as pistolas nos EUA de boa fé e sem visar qualquer vantagem sobre os atiradores da categoria. Compramos pois ela é a mesmíssima pistola Tanfoglio Limited Pro vendida na Italia. Certamente a opção de compra é do comprador segundo suas possibilidades econômicas e suas facilidades de desembaraço da arma, podendo ser comprada legalmente aqui através do representante oficial, no caso nosso amigo Jaime Saldanha (que aliás faz um ótimo trabalho, por mim elegiado diretamente ao meu amigo Maximo Tanfoglio no estande da empresa no Mundial da Gracia), ou via importação direta. Eu optei por comprar diretamente e entendi que sendo a EAA importadora oficial da Fratelli Tanfoglio e a Witness LImited Pro a mesma arma produzida pelo mesmo fabricante, naturalmente estaria ela na lista oficial da IPSC para a divisão production. Atirei o Brasileiro e algumas etapas do Brasilinese com ela e espero muitíssimo que a IPSC inclua o modelo na lista até março pois certamente não vou atirar em Salvador para ser “promovido” à divisão OPEN por denúncia ou insatisfação de qualquer atirador da divisão Production que certamente sabe que a arma é idêntica à Tanfoglio LImited Pro e, nesse sentido, não leva qualquer vantagem sobre as demais. Todos que atiram TP no Brasil me conhecem e sabem da minha dedicação ao esporte e o respeito que tenho às regras. Assim caso não seja incluida a Witness “Tanfoglio” Limited Pro até março não irei, com muito pesar, atirar a Primeira Etapa do Brasileiro em Salvador. Entretanto, sugiro que a direção da CBTP, em vista do assunto, e do prejuízo dos vários atiradores que estão atirando com a Witness Limited Pro estude a possibilidade da participação dos mesmos no Brasileiro pois a pistola esta na eminência de ser incluida na lista da IPSC e os eventuais titulos obtidos poderiam ficar sub judice até a inclusão das pistolas na lista até começo de abril conforme informou o Vince Pinto, pois não levamos qualqer vantagem sobre os demais e estariamos em situação fragil em face daqueles que poderiam se utilizar da polêmica para obter resultados no “TAPETÃO”. Um abraço a todos.

  5. Julinho
    29/janeiro/2012 às 18:39

    Senhores, ano passado passei pela mesma situação quando comprei uma Witness Stock II no calibre .40 S&W, escrevi para o Vince Pinto e a resposta dele foi a seguinte:

    ” If it’s not on the list, it’s not approved “, However, we’ll consider the EAA version at our next review in April.

    Embora considerasse que a arma entraria na próxima revisão o que realmente aconteceu, entrou na lista em abril de 2011.

    Abraços

  6. natanael ribeiro dos santos junior
    01/novembro/2013 às 9:49

    jaime
    to entrando agora no clube de tiro e queri compra uma tanfoglio .45 qual que vc me indica

    • 14/dezembro/2013 às 17:07

      Olá Natan, o calibre .45 não é o melhor calibre para o IPSC. Eu preciso saber a real utilização. Me mande e-mail: jaime@tanfoglio.com.br que chegaremos ao melhor modelo pra vc.
      Abs,
      Jaime

  7. Pedro Bazanella
    16/dezembro/2013 às 12:55

    Boa Tarde, sou policial e possuo uma taurus 24/7 tatical com compensador,gostaria de adquirir uma tanfoglio stock 2 inox .40, Qual valor atual dessa arma disponivel no Brasil, a pronta entrega?

    • 01/abril/2014 às 23:07

      Olá Pedro,
      Para armas de uso restrito, que é o caso de uma .40, nossa legislação não permite estoque. A importação é feita individualmente. Favor entrar em contato pelo nosso site para maiores informações: http://www.tanfoglio.com.br
      Att,
      Jaime

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: